sábado, 30 de março de 2013

Camiseta F*Hits

Semana passada comprei uma camiseta branca e preta do F*Hits, que chegou em 4 dias úteis, super bem embalada. Se há uma coisa em que eles primam é pelas embalagens dos produtos. Sempre vem em ótimas caixas pretas rígidas e a mercadoria envolta em papel de seda.


A camiseta em questão é esta aqui, mostrada pela Alice Ferraz em seu blog:

E ela veio bem fiel ao modelo, dentro da proposta despojada: é malha de camiseta simples (cotton).
Ficou interessante no corpo e estou planejando usar com um colarzão sobre o preto, para dar vida.
Custo: R$102 + R$7 de frete.
Não é caro, preço normal de camiseta.


Não sei o que ocorre, parece que todo mundo é absolutamente contra o F*Hits e as blogueiras que fazem parte desse projeto. 
Eu acho a ideia interessante: unir várias blogueiras e seus gostos pessoais e montar um e-commerce que venda as peças que elas escolhem.

Já os blogs das participantes ficam mesmo muito "iguais", porque os anunciantes são os mesmos, os publieditoriais sobre os mesmos assuntos, as festas do grupo são retratadas em todos -- ou seja, para quem é leitor de vários deles, a coisa ficou meio pasteurizada.

Mas não sou contra, não. Acho uma iniciativa empreendedora, de visão. 


Moral da história: se perdermos a má vontade para com o grupo, dá para encontrar itens interessantes no seu e-commerce. Como em toda loja online, vai ter produtos com preços absurdos e outros com preços de mercado. É pesquisar, como sempre.

A maioria das peças é voltada para as bem jovens (shortinhos, minissaia, etc.), mas dá para achar itens antenados e modernos para nós também (falo das entas, claro!).  ;)

quinta-feira, 28 de março de 2013

Nada se cria...

Olhando hoje o site da Asos encontrei uma blusa blush com renda preta lindinha, que me deu uma sensação forte de déjà vu.
Custo: 28 libras (aprox. R$ 86)

E lembrei: a que eu havia visto antes era da coleção Carina Duek 2013 para C&A.
Custo: R$ 89,90

Não são demais de parecidas? Até o preço regula!

Essa foi a blusa que eu mais gostei de toda a coleção Carina Duek. Aparentemente está esgotada, no site da C&A ela só está disponível em cinza com a renda preta.

Então, ou o inconsciente coletivo está muito forte nestes tempos, ou realmente "nada se cria, tudo se copia".  ;)

P.S. dia 30/03: 
Outra blusa rosa com preto, esta da Moschino Cheap And Chic.
Na Saks Fifth Ave de R$1290 por R$388 (ainda sem frete e impostos).
Não é tão blush como as outras duas mas o conceito é o mesmo 
(rosa+preto usado com complemento todo preto).
Inconsciente coletivo?

domingo, 24 de março de 2013

Cannoli

Hoje é uma dica gastronômica: conheci um lugar que faz uns cannoli espetaculares!
Sabe aquele doce que só pode ser recheado na hora de servir, para que a massa mantenha a consistência crocante?


São da doceira Só Doces, do chef Flavio Federico. Quem é de Moema (SP) deve conhecer, fica na Alameda dos Arapanés, 540.

Pois bem, o cannoli deles é delicioso e além do tradicional, de ricota e frutas cristalizadas, tem de pistache, limão siciliano e de chocolate com laranja.
Com um cafezinho....  hummmmm!

E ainda dão receita da dieta que eles seguem, escrita em um espelho:

"Minha ideia de 
dieta balanceada 
é de dois cannoli,
 um em cada mão"

Estou adotando!  ;D
#dicaengordativadasemana

Da Wikipédia:
Cannoli (ou cannolo) é uma sobremesa proveniente da Sicília. No singular cannolo, tem o significado de "pequeno tubo". Os cannoli são bem populares na cozinha italiana nos Estados Unidos. Consiste em uma massa doce frita em formato de tubo, recheada de um creme de queijo ricota (ou mascarpone), com a adição de baunilha, chocolate, pistache, vinho Marsala, água de rosas entre outros ingredientes alternativos.


Atualização de fev/2014: infelizmente esse endereço da Arapanés fechou. Atualmente só há contato no site para encomendas. Que pena!!!  

Atualização de out/2014: O Chef abriu doceira no Shopping JK Iguatemi, piso térreo, na frente da Daslu com Miu Miu. Agora chama-se iDolci e eles continuam fazendo o maravilhoso cannoli!

quarta-feira, 20 de março de 2013

Sapatilha Águia

Vi na loja da Tatiana Loureiro (shopping JK) uma sapatilha com uma enorme águia de strass, de asas abertas, que chamou muito minha atenção. Super vistosa, reinava absoluta na vitrine.

E eis que uns dias depois recebo uma mala direta da Shoestock com um item de inspiração nitidamente semelhante àquela primeira, olhem só:

Não é uma cópia, mas com certeza foi "inspired", não é?

Detalhe Tatiana Loureiro

Detalhe Shoestock

O que achei mais legal nessa inspiração é que mesmo de lado elas mantém uma identidade, são diferentes: uma inteira preta e a Shoestock em preto e bronze.

Achei uma boa opção fashion a compartilhar, visto que a da Tatiana Loureiro está na faixa de R$730 e a da Shoestock está por R$260. 
Para quem gostar do modelo, fica a dica.

Obs.: Se você "está podendo", claro que a opção mais $$ é a indicada -- a.k.a. Qualidade. Mas se só quiser fazer uma graça, usando um pouquinho uma peça chamativa, a segunda opção é igualmente válida. Vai ser sempre esse o critério implícito do blog quando houver comparações, ok?  ;)

segunda-feira, 18 de março de 2013

Qualidade ou Quantidade?

Na edição de março da Revista Elle -- que, por sinal, está excelente -- trouxeram à tona esse embate "qualidade X quantidade", convidando duas pessoas com pareceres opostos para opinar sobre o assunto.


Ao meu ver, essa discussão só pode ser desenvolvida imparcialmente em um mundo perfeito, em que roupas de fast fashion lhe sirvam bem e sejam do agrado, ao mesmo tempo em que exista o poder aquisitivo para bancar a compra das peças de alta qualidade. Só assim há realmente alguma escolha.


Supondo que estejamos nesse mundo perfeito: o que você acha que é melhor?
  • A qualidade produz peças atemporais, extremamente bem acabadas, que duram anos e anos.
  • A quantidade se baseia na entrega da última tendência, na disponibilização rápida do que apareceu nas passarelas, nas peças que surgem como desejos da maioria.

A estilista Giuliana Romanno, que defendeu a qualidade, disse:
"- Outro ponto positivo de investir em peças com qualidade é que você consegue ter exclusividade e se vestir de acordo com sua personalidade. E, sendo assim, você não acaba dissolvida na massa, usando a mesma coisa que todo mundo tem ou quer."
Achei P-E-R-F-E-I-T-O-!


Pelo outro lado convidaram Luciana Tranchesi, da marca 284. Ela começa dizendo:
"- A quantidade não exclui a qualidade. Isso é um conceito antigo."
Bem, não consigo concordar com ela. 
Qualidade não é ter um visual bonitinho, é ter costuras perfeitas, caimento, bom tecido. Ainda não vemos isso nas fast fashion, não é mesmo?


Lendo o artigo fiquei nitidamente a favor da qualidade. Único problema: o tal do "estilo próprio". Para comprar qualidade entende-se que vai-se gastar mais e que a roupa ou o acessório vai durar bastante. Portanto, temos que comprar com sabedoria, algo que seja a nossa cara. E, até hoje, apesar da idade e das ajudas especializadas, ainda patino nessa definição do qual seria meu estilo. E, consequentemente, compro muito de tudo, erradamente. Como passar para a compra de qualidade, antes de se conhecer muito bem?

Resumindo
Só qualidade? Meio boring...
Só quantidade? Descarte rápido...

Acho que o ideal seria ter uma base de qualidade (uns 70% do guarda-roupa) e uma pitada de quantidade (30%, aqui entendida como fast fashion, modismo, tendência).
Talvez até 80%-20%, não sei...
De qualquer forma, o conhecimento do estilo próprio me parece fundamental para levar essa discussão adiante. Não acha?

quinta-feira, 14 de março de 2013

Adô Acessórios

Faz tempo que ando de olho nos produtos da Adô Atelier: vi umas bolsas deles nas fotos de algumas blogueiras e achei-as bem bonitas, com um charme art déco que tanto gosto.

Bolsa Poiret, em várias versões coloridas.


Os últimos lançamentos são estas sacolas grandes e gráficas, lindas!

Camera bags, também lançamento 2013.



No entanto, não sei porquê, ultimamente ando chata para escolher bolsas -- não conseguia resolver se e qual eu gostaria -- e resolvi olhar os acessórios da marca. 
Aí decidi rápido, tipo "amor à primeira vista": comprei um bracelete e um broche. Chegaram super bem embalados e são LINDOS!

Frente,

e verso.

Olha que fofo o broche, com uma etiqueta de "Contém Design"!

Ele tem uma pequena diferença de altura entre as plaquinhas, 
que dá uma ilusão de óptica bem legal de ângulos e tridimensionalidade.

Então, #ficaadica de mais uma loja bacana e com produtos bem exclusivos, com um DNA bem próprio. 
Para quem gosta de art déco é um prato cheio.

quarta-feira, 13 de março de 2013

Bolsa gráfica B&P

Ok, tenho falado demais do duo branco & preto, porém esta bolsa me obrigou a isso novamente! Vejam se não é uma boa causa: uma bolsa linda, gráfica, super usável e moderna.
A vi no blog da Cris Guerra, o Hoje Vou Assim. A Cris a fotografou em dois dias seguidos, montando looks bem diferentes, olhem só:


Bolsa Smartbag, que pode ser usada com alça longa ou de mão.


O site da marca dá endereço de várias lojas online, porém nenhuma delas tinha hoje esse modelo específico.

Eu tenho uma quadriculada da Corello, comprada em outros carnavais, que lembra um pouco esse grafismo e acho que vou colocá-la na roda novamente!

Já essa mini nécessaire anda comigo todos os dias, dentro das bolsas. Não é fofa? :D

E vocês, já vasculharam o guarda-roupa atrás de alguma peça esquecida nesse estilo B&P?


PS: olhem só o que saiu hoje (14/03/13) no site da Bloomingdales
(lembrando que os preços mostrados estão sem a taxa de importação. Logo, considerem tudo X2 ou X2,5, dependendo do custo do frete). 

E não mudei minha impressão sobre a Cambridge Satchel: realmente a bolsa é mais bonita do que prática. Mas não dá para negar que agora fizeram umas versões bem interessantes! Ficam como inspiração.  :)

quinta-feira, 7 de março de 2013

Inverno Shoestock

Apesar de não ser muito fã da Shoestock (acho a loja física sempre muito cheia e os calçados nem tão confortáveis assim), a coleção de inverno deles me conquistou.

Morri com esse scarpin nude, a coisa mais linda, com os detalhes pretos e tassel atrás. 

Não está divino? Esse tom blush alonga e combina com quase tudo. 
Link, R$240
Pena que não uso mais salto alto... :(

Este blush, também com preto, tem o salto mais grosso, mais invernal. 
Mega aprovado! Perfeito para a estação, charmoso e com cores ótimas.
Link, também R$240

E, claro, não poderiam faltar as estampas de bichos! Estas são leopardos, um branco e um caramelo.
Aqui e aqui, respectivamente R$190 e R$220 (o de alças duplas)

Já o slipper eles nomearam como "de zebra", 
mas está mais para um duo de tigres branco e castanho, não é?
Link, R$200
(já está na minha whish list)

Agora, AS BOLSAS:
 Esta de suede preto com tachas está muódernééérrima! ;)
Link, R$270

E esta é uma Cambridge Satchel inspired, porém, com a vantagem de ser em estampa de onça, uma novidade para esse modelo, visto que não existe assim na marca original. Ponto para a Shoestock!
Link, R$430

A-M-E-I
(desejando...)

Valendo uma visita à loja ou ao site, não acham?
Mudança de estação sempre traz tanta novidade, acho que irei à falência neste inverno! rsrs

terça-feira, 5 de março de 2013

Pulseira de cobra

Olhem só que pulseira linda:

Ricamente trabalhada, no formato de uma cobra, uma joia absolutamente atual.

Certeza que ninguém vai imaginar de onde saiu essa foto!  :)

Gente, é um bracelete de ouro encontrado em Pompeia, nas ruínas da cidade que foi coberta por toneladas de lama, terra e cinzas depois da erupção do vulcão Vesúvio, em agosto do ano 79 d.C.
Essa peça, e muitas outras de Pompeia e Herculano (cerca de 250 artefatos), serão expostas em uma mostra no British Museum, de Londres, que estará aberta à visitação até o final de setembro deste ano. Depois disso voltarão para o Museu Nacional Arqueológico de Nápoles, Itália.

Dá para acreditar na modernidade desse adereço que tem quase 2 mil anos? 

Olhem só algumas imagens de pulseiras de cobra "do século XXI":

Incrível a semelhança, não é? 
Para quem estiver em Londres até setembro, vale a visita nessa exposição que promete ser fantástica.

domingo, 3 de março de 2013

Preto no Branco

Há um mês fiz um post falando sobre a tendência Branco & Preto que o inverno estava trazendo. Hoje escrevo mostrando várias fontes que confirmam isso 100%: dêem uma olhada em quantos artigos estão focando exatamente nesse duo para 2013.




O que está bem claro é que a tendência desta vez vem baseada em muito GRAFISMO. 

Então, se você quiser atualizar a eterna camisa branca + calça preta, o ideal é combinar com algum item gráfico no look, como um sapato ou bolsa trabalhados em black&white, ou mesmo um lenço ou cinto com estampa geométrica nessas cores.






E então, já está pensando em aderir ao B&W? 
Sinceramente, não estou muito animada, não. AMO cores, acho essa moda meio monótona. Mas parece que vai ser difícil escapar, desta vez! E entre listras, xadrez, animal print e geométricos, tem para todos os gostos, não é mesmo?